terça-feira, 29 de agosto de 2017

A buganvília do vizinho e o fumo da "nossa" chaminé

A churrasqueira da casa onde pernoitámos 16 ou 17 noites deitava fumo para o ar que, dependendo da direcção do vento, mandava fumo para a varanda e uma das janelas do vizinho.
A buganvília desse mesmo vizinho, dependendo da direcção do vento, enviava as suas imensas pétalas para o nosso pátio e espaço exterior onde convivíamos noite-sim noite-sim a jogar à sueca enquanto emborcávamos uns copitos. No dia seguinte alguém do grupo lá limpava as pétalas.
Quem é que tinha razão nas queixas? 
Digam de vossa justiça.

11 comentários:

  1. É sempre de desconfiar quando os bêbados se queixam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fala em representação de qual das partes, Anónimo: dos bêbados ou dos desconfiados? É que lá em casa ninguém ficou bêbado.

      Eliminar
  2. Tenho um stress na minha casa de Arcos idêntico a esse. A p@£% da buganvília do vizinho cresce para cima da minha paranóica, o acto de ligar a televisão é quase sempre precedido de poda. Porra p'ás buganvílias. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso apeteceu-nos cortar aquilo tudo, Fernando. Mas haja bom senso e a casa nem era nossa. :)

      Eliminar
  3. Todos tinham razão nas queixas e todos tinham culpa por estarem a incomodar o vizinho :) Eu até posso peferir varrer as folhas a adormecer com o quarto a cheirar a sardinhas, mas ambas as situações provocam incómodo a quem nada fez por isso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, depois de obras feitas na tua churrasqueira de modo a elevar e a deslocar a chaminé, deixarias de fazer churrascos, entre as 7:30 e as 8:30 de noite (hora a que ninguém estava a dormir) e nem aquela era a janela de um quarto, por causa desse fumo que dependia da direcção do vento? Os veraneantes também têm esse direito, não?

      Eliminar
    2. Ponho-te a questão ao contrário: estás em tua casa a comer um arroz de marisco acompanhado de um branco bem fresco e escorregadio e entra-te o fumo da churrasqueira do vizinho pela janela dentro. Qual é o teu pensamento acerca dos direitos? Estas situações não são simples, têm que ser vistas com muito bom senso, se acontecer uma ou duas vezes numa quinzena é uma coisa, se passar daí provavelmente é outra. Uma coisa é certa, as chaminés das cozinhas das casas são acima do telhado ou cobertura da mesma e por alguma razão será :)

      Eliminar
    3. Que ele tem direito a fazer tal churrascada, tal como eu tenho na minha. O fumo dura, no máximo, uma hora, na pior das hipóteses (era o que acontecia no nosso caso) e levar com ele nas trombas, enquanto se degusta marisco, dependia, naqauele sítio, do vento. Além disso, aquela janela lá da varanda dele era duma casa de banho (não me parece que ninguém ali coma o que quer que seja) e o terraço com paredes altas que entretanto ele construiu (quando houve obras para afastar a churrasqueira do sítio original) também lhe permite espreitar para a casa dos 2 vizinhos( a "nossa" e a do lado). Fizemos churrascos 6 vezes. A buganvília largava lixo diariamente. O que é que pode ser feito em ambas as situações? :)

      Eliminar
  4. Olha, só posso dizer que fico bem #*"ª quando me enchem o quarto de secar roupa com cheiro de tabaco dos que decidem fumar às suas janelas e a churrasco dos vizinhos do rés-do-chão.
    Não tenho bungavília.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pronto, Anónimo/a, espero que tal não aconteça muitas vezes por aí. :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.