sábado, 24 de março de 2018

Nunca digas nunca, Pseudo

Vais livrar-te dos pirilampos, mas o resto mantém-se, ao contrário do que tinhas afirmado durante os últimos 2 ou 3 anos. Tudo por um suposto bom negócio. Aprende e engole!

8 comentários:

  1. O que fizeram de mal os pobres dos pirilampos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mafalda, os pirilampos nada fizeram de mal e vão continuar na família. Eu é que tinha andado a dizer uma coisa cá em casa e acabei por dar o dito por não dito. :)

      Eliminar
    2. Suponho que sejam os pirilampos mágicos. Tenho desses marotos desde os anos 80 😊 o meu avô paterno todos os anos me comprava um. Todos guardados no sótão

      Eliminar
    3. Sim, são esses. O tablier da minha viatura actual tem 9 (faltam 2), um por cada ano do carro em minha posse. A nova viatura não vai ter nenhum, cansei-me de os ver naquele sítio. :)

      Eliminar
  2. a tua bonecada no tablier trouxe-me à memória este pequeno refrão:

    The land where large fuzzy dice still hang proudly
    Like testicles from rear view mirrors

    percebi que não estarão pendurados, mas que queres, tenho uma mente tortuosa :b

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, R., aquilo está um bocado "azeiteiro" de momento. Mas que queres, eles eram tão fofinhos quando os comprei! (E são, mas pronto...cansam a vista).
      A minha sogra que faça deles o que muito bem entender quando chegar a altura da troca. :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.